Marcia Nadja

Ela foi a mulher com o sorriso de criança mais bonito que eu já conheci, seu sorriso saia da alma. Nossa moeda de troca era o amor e a compaixão, além das cumplicidades, de olhos marejados. Não tenho como não lembrar do seu jeito engraçado, cuidador e de personalidade forte. Mas eu sentia que ela estava cansada.

E hoje ela partiu, e partiu os corações de todos que a conheciam, realmente só são lembrados aqueles que contribuem com o universo de forma amorasa, deixando assim a marca de seu brasão. E sempre serão lembrados.

Terapeuta Marcia Nadja.

Sim, eu só tenho a agradecer, pois no momento mais fora do tom da minha vida ela surgiu para afinar o meu instrumento corporal.

E eu estava precisando tanto naquele passado.

Sim dói, e cada vez mais tenho certeza que nada somos com a ignorância, e por quê tantas coisas desconexas? Porque tanto sofrimento, tanta depressão, tanta virtualidade que esconde quem verdadeiramente somos.

Eu não compactuo!

Essa semana ela me disse coisas tão profundas, fundas, imundas.

Fiquei tão abalada com a notícia de não nos vermos mais, fui caminhar registrando tudo que meu olhar absorvia e que me fazia pensar cada vez mais nela.

Siga teu caminho em paz!!

Gratidão!!